terça-feira, 24 de julho de 2012

DMV – COMETA LOUCURA


Jamais imaginaria por onde as velas do DMV poderiam me levar (e levaram).
Jamais imaginaria que pudesse eleger disco da minha vida um que fosse coletânea de vários artistas. Mas...

Antes de citar especificamente o DMV da quinzena (tenho impressão que vocês vão adorar conhecer pela variedade e riqueza das canções) quero dizer que se trata de um disco de 1983, feito outros até mais velhos que já foram recomendados aqui neste espaço. Tinha 14 anos. E ter 14 anos naquela época, meu caro jovem, era muitíssimo diferente do que ter 14 hoje em dia. Não vou entrar no mérito se melhor ou pior, mas uma das maiores diferenças era a de que tínhamos mais tempo. O dia parecia mais longo. Depois da escola de manhã, almoço e... Música, música, música... Abria-se um novo mundo da mesma forma que o Brasil abria-se para a liberdade. As FM´s passavam a ocupar um espaço maior do que simples tocadoras de músicas modulares. A comunicação estava entrando no ar.

Depois do rádio (tem uma crônica que escrevi sobre este assunto no sítio do Baixada Fácil e o link está registrado abaixo) e da minha vitrolinha, restava pescar na TV programas que privilegiassem a música. Um desses programas que passavam nas tardes de sábado (e que não durou muito) era o Cometa Loucura, uma atração comandada pelo saudoso Lauro Corona. Lauro foi uma das primeiras vítimas conhecidas da AIDS no Brasil. Não sei ao certo, mas acho que o programa acabou tão rapidamente por conta deste fato.

O DMV desta quinzena versa sobre a coletânea em LP Cometa Loucura, 1983, Som Livre, produção de Sérgio Motta que pretendeu, e presumo com relativo êxito, fotografar aquele momento do rock brasileiro, o que se torna bacana, porque se trata de um registro anterior ao do Rock in Rio, que aconteceu em 1985, já com outro cenário musical. É óbvio que algumas canções do disco em nada têm a ver com rock. Mas a maioria tem. Começamos por “Rio Babilônia” (quem se lembra?) cantada pelo Lincoln Olivetti (coisa rara) e Robson Jorge: Rio Babilônia, uououou, uouuouôôô... Rio Babilônia... Demais... A seguir uma gravação daqueles grupos de uma só canção: Sangue da Cidade com “Brilhar a Minha Estrela”, rock purinho e do bom... Seguimos na ocasionalidade da Blitz (que já estava estouradaça) com “Geme Geme”. Depois, uma das músicas que mais gosto do Lulu Santos até hoje em dia: “Tudo Com Você”. Não poderiam faltar duas podridões: “Mintchura” da Neusinha Brizola e “Pra Você Me Amar” do Herva Doce. Pulemos essas partes...

Chegamos em “Linda Juventude” musicaço do 14 Bis com arranjos fenomenais daqueles, então, garotos mineiros de cabelos compridos. Show de bola. Aliás, eu amo o 14 Bis. E sempre vou amar. Depois de outro lixo “Dentro Do Coração”, chegamos na colaboração do Lauro cantando “Não Vivo Sem Meu Rock” um singelo rockzinho; e depois “Ponto Fraco” do Barão Vermelho, rock puro, quase inocente do Cazuza e do Frejat bem no comecinho da carreira deles. Temos ainda de destaque Celso Blues Boy em “Caminhando” e a hilária “Meu Primo Zé” do Camisa de Vênus.

Vale a pena conhecer esta amostragem. Tenho certeza de que você vai gostar. Na minha vida há outras coletâneas que gosto muito, tipo Globo de Ouro, sem contar (e futuramente será tema de um DMV especial) os discos dos festivais MPB Shell da Rede Globo no começo da década de 80 do século passado. Muitas, muitas emoções.

Quem não ouviu, ouça. Quem não amou, ame. Quem nunca deu, dê vexame.

P.S.: Recentemente fui ao show do Roupa Nova na Fundição Progresso, aqui no Rio. E, surpresa, descobri que foram eles que gravaram vários temas famosos: Esporte Espetacular, Jornal Nacional e o das vitórias do Ayrton Senna. E também a abertura do Cometa Loucura...

Você sabia? Tic, tic, tic...

Não achei o disco para Download, a única coisa que encontrei foi este sítio que tem a relação das músicas e um pedacinho de cada só para dar o gostinho:


Marlos Degani é poeta e quando fui ao Rio não deu para ele me ver. Mas fazer o que? Sou fã do cara...

O poeta está no Blog
O poeta está no My Space http://www.myspace.com/marlosdegani
O poeta está no YouTube http://www.youtube.com/ (digitar Marlos Degani)
O poeta está na página do Desmaio Públiko do Orkut
O poeta está no Baixada Fácil
O poeta está no Twitter @MarlosDegani

Um comentário:

Dj' Manynho "O Comunicador do Povo" disse...

Eu conseguir essa coletânea baixando musica por musica, assim formei o disco.